Resenhas #53 - O sol é para todos

Título original: To kill a mockinbird Autor: Harper Lee Sinopse:   Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de u...



Título original: To kill a mockinbird
Autor: Harper Lee
Sinopse: Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça. 'O Sol é Para Todos', com seu texto “forte, melodramático, sutil, cômico” (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.

   Esse é um livro simples, delicado e sensível. E quando digo que ele é simples, isso é um elogio. Qualquer um pode ler e entender sua mensagem. Mas não quer dizer que seja fácil falar sobre ele.
   O livro traz situações críticas e adultas sobre a perspectiva de uma menininha doce e bem esperta. Isso leva o livro a outro nível. Não é a toa que ganhou um dos prêmios mais importantes da literatura! A escritora tem uma habilidade muito grande para passar a mensagem que ela passou de um jeito simples e inteligente.
   Pela visão da nossa narradora não temos todos os detalhes e assim temos de descobrir algumas coisas aos poucos, juntos com ela.
 
"Como pessoas razoáveis ficam possessas quando se trata de qualquer coisa relacionada com um negro eu nunca vou entender..." 

   Um tema que até hoje gera muita discussão e poderia ser muito simples. Eu gosto de livros e filmes com esse tema porque essa frase me define. É difícil entender como as pessoas se deixam cegar pelo racismo e se tornam tão arrogantes, insensíveis e desprezíveis. Eu odeio o racismo e amo ver essas histórias lindas de pessoas que não são egoístas e defendem as minorias como os negros e os estrangeiros.
   As pessoas não deveriam ser racistas porque isso é algo irracional e ridículo, característica de quem é egoísta e mesquinho. Todos somos seres humanos e temos direito de viver bem e feliz. Infelizmente a injustiça é muito grande. Então histórias, tanto fictícias como reais, de pessoas que defendem e tomam o lado dos indefesos são comoventes e tão bonitas. Mostram que a humanidade ainda tem um lado bom.


Um livro altamente quotável! Gostaria de colocar no post todas as frases marcantes...
   Um livro sensacional que todos deveriam ter a oportunidade de ler. Mas se não for possível tem também um filme baseado nesse livro de mesmo nome, de 1963, dirigido por Robert Mulligan, que traz a essência do livro.

ISBN: 978-85-03-00949-2
Ano de lançamento: 2015
Número de páginas: 350
Editora: José Olympio
Classificação: 5/5
Beijinhos e até logo!!

You Might Also Like

0 comentários